MÚSICA FOLK EM BRAGA COM ZOE BOEKBINDER

459

Em digressão pela Europa, Zoe Boekbinder, cantora e autora de música folk, sobe ao palco do Theatro Circo a 15 de Maio (21h30).

Neil Gaiman, escritor e criador americano, diz que “quando Zoe Boekbinder canta, o que se ouve é uma voz eterna, bonita, desoladora e sensata”. Zoe tem um timbre intemporal e vivido, que nos faz recordar os discos de vinil e os bares de bairro antigos. As suas canções são acompanhadas pelos dedilhados da guitarra, experimentando, por vezes, a junção de outros instrumentos tanto acústicos como eletrónicos.

A cantora já passou pelo Theatro Circo em 2008, na altura com o projecto musical “Vermillion Lies”, a dupla de cabaret/folk que compunha com a sua irmã Kim Boekbinder. Agora, a solo, Zoe Boekbinder regressa aos palcos para uma digressão de seis semanas pela Europa.

O seu mais recente álbum físico – “Darling Specimens” – foi elogiado como sendo um exemplo de redefinição da folk. Nesta digressão, o seu programa será maioritariamente composta por temas deste disco e do novo “Baby Bandit”, de Abril de 2014, já disponível no site da artista.

A artista já partilhou o palco com artistas como Ani DiFranco, Amanda Palmer, Kaki King, Jeff Lewis e Neil Gaiman. Zoe vem agora acompanhada por Taylor Ross (banjo e percussão) e Danah Olivetree (violoncelo). Ela que diz gostar de vinho do Porto e ter ambições de habitar a Europa, mais precisamente o sul de França. Para já fica-se por Braga. Para bem de todos os que gostam de arriscar.