Bolsas de Investigação Optimus Alive

Publicidade

company_dwgjcm_images_igcphoto

Uma parceria estabelecida com o Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), a Everything is New, promotora do Optimus Alive, vai financiar duas bolsas de investigação científica, nas áreas da Biodiversidade e de Genética e Evolução. Estas bolsas destinam-se a jovens recém licenciados que pretendam iniciar um percurso na ciência, sendo integrados em projetos de investigação com a duração máxima de um ano.
Na edição deste ano, as bolsas contemplam dois projetos distintos a serem desenvolvidos no IGC. O primeiro, nas áreas de Biodiversidade, Genética de Populações e de Conservação, visa estudar o efeito que a perda de habitat e fragmentação das florestas exerce nos lémures e outros vertebrados ameaçados de Madagáscar. O bolseiro que integrar este projeto poderá realizar trabalho de campo em Madagáscar ou trabalho computacional em França. O segundo projeto, na área da Genética e Evolução, procura investigar se existe um elo direto entre o sistema imunitário e a longevidade dos organismos, utilizando para tal, como organismo modelo, a mosca da fruta. Este projeto decorrerá em colaboração com um laboratório na Suíça.
O período de candidatura às bolsas Optimus Alive-IGC’14 inicia-se no primeiro dia do festival, 10 de julho. Os promotores destas bolsas pretendem assim proporcionar aos festivaleiros a possibilidade de saber mais sobre os projetos de investigação associados a estas bolsas durante o próprio festival, no espaço do IGC. Como em edições anteriores, a presença do Instituto Gulbenkian de Ciência no Optimus Alive trará atividades científicas ao recinto e o já conhecido speed-dating, para quem quiser conversar com cientistas e descobrir alguma ciência feita em Portugal.
As bolsas Optimus Alive-IGC tiveram início em 2008 e desde então 8 bolsas de investigação foram atribuídas a jovens que desenvolveram projetos em áreas como a Biodiversidade, Evolução, Genética, Malária e Microbiologia. Resultante do projetos desenvolvidos pelos bolseiros Sam Viana e Célia Kun-Rodrigues, dois artigos científicos foram já publicados na revista científica American Journal of Primatology e outros encontram-se em preparação. Também a parceria entre a Everything is New e o IGC foi descrita na revista EMBO reports.
Os bolseiros das edições anteriores continuam a desenvolver projetos de investigação científica, a maior parte no âmbito de doutoramento, quer em centros de investigação Portugueses (incluindo o IGC) quer no estrangeiro.
Este projeto de responsabilidade social, estabelecido entre uma instituição de investigação biomédica e uma promotora musical pretende incentivar a investigação em áreas fundamentais para o nosso planeta, ajudar a promover a sua sustentabilidade, e motivar recém-licenciados para carreiras em investigação científica. Mas, muito importante, pretende também promover uma maior aproximação e interação entre os centros de investigação e a sociedade Portuguesa e estabelecer formas alternativas de financiamentos para a investigação científica em Portugal.
Informação suplementar
Período de candidatura para as Bolsas de Investigação Optimus Alive Oeiras – Instituto Gulbenkian de Ciência: entre 10 de julho a 15 de setembro de 2014.