Festival “Walk&Talk” decorre entre 18 de julho e 08 de agosto

Publicidade


O evento, que nas edições passadas apostava nos artistas internacionais, vai este ano promover o talento regional, como revelou Jesse James, da organização do festival, em declarações à Atlântida.

O “Walk&Talk”, organizado pela associação Anda&Fala, é um festival urbano e realizou-se pela primeira vez em 2011 na cidade de Ponta Delgada. Destacou-se pela criação de um museu ao ar livre, com obras inéditas de mais de três dezenas de artistas portugueses e estrangeiros.

O festival tem como essência o cruzamento das várias vertentes culturais, nomeadamente escultura, pintura, música, entre outros, criando uma interligação entre as diferentes expressões artísticas.

Para o responsável, estas expressões estão, na verdade, todas interligadas e dai o evento insistir nesta ideia.

Jesse James adiantou ainda que o número de participantes encontra-se na ordem dos 60, à semelhança do ano anterior, podendo, no entanto, registar um aumento, devido à crescente aposta nos artistas açorianos.

A iniciativa conta com diversos parceiros públicos e privados que, segundo a organização, beneficiarão de certeza com a projeção que o festival tem, na medida em que traz à região turistas de diversos países.

Além do muralismo, a quarta edição do “Walk&Talk” vai apostar em arquitetura performativa, performances, instalações, entre outras.

Segundo a organização, este ano, além de Ponta Delgada, o festival estende-se à cidade da Ribeira Grande.

 

Fonte: Radio Atlântida