Tributo a José Carlos Ary Dos Santos

Publicidade

 

Nos 30 anos do desaparecimento físico do Poeta maior da Música Portuguesa e nos 40 anos da Revolução de Abril, um conjunto de jovens e consagrados músicos portugueses cantam, tocam e dançam: Desfolhada Portuguesa, Canção de Madrugar, Cavalo à Solta, Tourada, Estrela da Tarde, Um Homem na Cidade, O Cacilheiro, O Homem das Castanhas, Lisboa Menina e Moça, Os Putos, Tango Ribeirinho, Retalhos da Vida de um Médico, entre tantas outras.

São 18 Canções Clássicas da Música Ligeira Portuguesa rearranjadas com recurso à música clássica e contemporânea, ao jazz, ao novo fado, à world music e ao novo teatro musical.

ARY O Poeta das Canções, tributo a José Carlos Ary dos Santos, tem merecido, desde o ano passado, o aplauso de público e crítica, sendo cada vez mais óbvia a extraordinária actualidade de uma Obra escrita há mais de 40 anos. Esta Digressão passará pelas principais Salas de Espectáculo do País até ao final deste ano, este Sábado dia 8 Novembro, o concerto de abertura no Centro Cultural e Municípal do Cartaxo.

Prestam o tributo
QuimZé Lourenço: Voz (Ex-Cantor e Actor da Broadway e West End)
João Guerra Madeira: Piano (Compositor de Bandas Sonoras e Arranjador)
Nanã Sousa Dias: Saxofones e Flauta (Solista, Compositor e Produtor, 35 anos de carreira)
Pedro Amendoeira: Guitarra Portuguesa (Concertista, Fado e World Music)