Cave Story na estrada e com novo vídeo

Publicidade
Os Cave Story lançam novo vídeoclip! Southern Hype é a canção onde a banda debate se é verdade o que dizem sobre os ventos do sul ou se é preferível ficar por casa. A questão é colocada em camadas de guitarra afiadas e estridentes. É a primeira faixa de Spider Tracks a ter direito a um videoclip mais pomposo, para além das brincadeiras com a imagem de capa que têm aparecido pelo Youtube. Este vídeo leva-nos a dar um passeio pelo imaginário alternativo-telúrico do arquivo de imagens do domínio público e de alguns dos objectos que povoam a sala de ensaio.
Os Cave Story são uma banda nascida nas Caldas da Rainha, terra mitológica onde acontece tudo e nada ao mesmo tempo. Formados em 2013, lançaram um conjunto de demos que chamou a atenção de vários promotores e festivais nacionais e internacionais como a FatCat Records e o Reverence Valada.
Em 2014, editaram o single Richman, um tributo apaixonado a Jonathan Richman e uma versão do tema Helicopter Spies dos Swell Maps, que o próprio Jowe Head (Swell Maps, Television Personalities) questionou se não seria um bootleg esquecido no qual ele estaria a tocar.
E, ainda no final de 2014, colocaram o seu primeiro EP Spider Tracks em pré-venda online sendo que irá chegar às lojas no próximo dia 2 de Fevereiro. Spider Tracks é um conjunto de faixas gravadas em momentos diferentes ao longo de um ano que, em comum, têm apenas o facto de terem reunido na mesma sala as mesmas pessoas.
Em pouco mais de 20 minutos, os Cave Story apresentam um registo carinhoso e demente, apaixonado e paciente, no limite da coerência que estes termos permitem. Nele encontramos uma identidade mais cerrada e uma confiança em explorar sonoridades e uma escrita que ainda não nos tinham mostrado.
Há vestígios do post punk dos The Fall, The Feelies, Swell Maps, mas também psicadelismo. Não ácido, mas daquele que é sobre repetição. Há jogos de violinos que dificilmente não farão lembrar os Velvet Underground ou as Raincoats e uma ternura sufocante que muito deve aos Pavement em “Fantasy Football”. Com “Hair” e o pequeno poslúdio que lhe segue, “Guess We Could Feel Better About Worse”, encontramos um último contra-ponto, que se traduz nestas palavras: dizem-nos que adoravam tocar no nosso cabelo, e conciliam-se com a ideia de que podiam sentir-se bem melhor com coisas bem piores.
DATAS
 
13 Março/ Quinzena da Juventude, Barreiro (com Los Black Jews)
14 Março/ Transforma, Torres Vedras (com Savanna)
26 Março/ Vitória Pub, Bragança (com Level & Tyson)
27 Março/ Clube de Vila Real, Vila Real (com Level & Tyson)
28 Março/ Aquilo Teatro, Guarda (com Level & Tyson)
10 Abril/ Lux, Lisboa (com Capitão Fausto)