Publicidade

 

Depois do anúncio da sua presença no próximo EDP Cool Jazz, dia 20 de julho, o trio composto por Joana Machado, Mariana Norton e Marta Hugon, vai andar um pouco por todo o país a (en)cantar temas de jazz com os seus dotes vocais. O primeiro concerto acontece no Lagoa Jazz Fest no Algarve, no dia 23 de junho, seguindo-se o concerto no Teatro Municipal da Guarda, dia 30 de junho. Em julho, antes do EDP Cool Jazz, o trio vai atuar no dia 1, no Matosinhos em Jazz e, no dia 6 de julho, no Tass Jazz Fest, em Odemira.

Em agosto, o trio faz uma pausa e regressa aos palcos no dia 14 de setembro, no Festival de Jazz de Sesimbra. Dia 4 de outubro, rumam a Norte, ao Douro Jazz Vila Real, seguindo-se um concerto no dia 6 de outubro, no Fórum Luisa Todi, em Setúbal. Em novembro, será a vez da Madeira, onde irão atuar no Teatro Baltazar Dias, no Funchal. A agenda de concertos termina em dezembro, em Lisboa, na casa que as viu nascer como cantoras de jazz, no Hot Clube de Portugal, dias 21 e 22 de dezembro.

Joana Machado, Mariana Norton e Marta Hugon cruzaram-se na escola do Hot Clube de Portugal, primeiro como alunas e depois como professoras. Desenvolveram projetos distintos e sólidos e cada uma compôs e escreveu o seu próprio repertório. Há alguns meses, revisitaram os seus standards preferidos e as suas possibilidades infinitas e surgiu a vontade de voltar a interpreter compositores como Cole Porter, Irving Berlin, George Gershwin, Richard Rogers, Jerome Kern ou Harold Arlen. Acompanhadas por um trio de luxo, com João Pedro Coelho no piano, Romeu Tristão no contrabaixo e André Sousa Machado na bateria, Elas e o Jazz recriam o universo sempre contemporâneo dos musicais da Broadway e dos clubes de jazz de Nova Iorque, num espetáculo que, mais do que uma visita aos clássicos, é uma narrativa musical contada a três vozes, distintas mas sempre feitas de emoção.