Ver televisão na televisão, uma batalha (quase) perdida

Publicidade
A televisão programada está a cair em desuso. Os jovens, mas também os menos jovens, estão a abandonar a televisão pré-programada, com conteúdos fixos e estabelecidos num horário, para dar lugar ao video on demand e aos conteúdos online, sem restrição de horários, segundo noticia o site Marketing Directo.
Num relatório publicado pela Forrester, que incidiu sobre 4.709 pessoas nos Estados Unidos, verificou-se que apenas 46% da amostra, situada entre os 18 e os 88 anos, vê pelo menos uma vez por mês televisão programada. O mesmo deve-se ao sucesso de plataformas como o Netflix e do video on demand, que permitem descarregar programação passível de ser vista quando o espectador deseja.
Se isolarmos os millennials, compreendidos entre os 18 e os 34, e os utilizadores dos 35 aos 58 anos, conclui-se que 55% dos millennials vê televisão programada durante mais de quatro horas por semana, ainda que a televisão online se esteja a aproximar muito destes números. Os maiores de 35 anos, por seu lado, preferem ver os conteúdos em televisão programada, com 73% dos inquiridos a afirmarem que veem este tipo de programação durante quatro horas ou mais por semana.
No entanto, a televisão online tem um ponto a favor, que é o facto de permitir a visualização dos conteúdos em qualquer dispositivo. Além disso, podemos ver conteúdos que já não são emitidos em televisão, como temporadas passadas de séries, quando queremos ver episódios que perdemos. “As cadeias de televisão estão a começar a usar pequenos clips dos seus programas para se promverem. Mas essa é só uma parte do potencial destes clips. Estes meios conhecem bem o poder destes vídeos para fazer crescer o número de fãs dos programas e também para aumentar o número de visitas ao canal do Youtube da cadeia”, comentou Jim Nail, da Forrester.
Fonte:
http://www.ligateamedia.pt/ArticleItem/2413/pt/Televisao/55475/7479/Ver-televisao-na-televisao-uma-batalha-quase-perdida#sthash.qw6CU4bo.dpuf