Jorge Ferreira apresenta-nos o Senhor Doutor

Publicidade

 

 

Nascido e criado no meio da sobrevivência questionável, aos pré quarentas, este Senhor Doutor (vestido por Jorge Ferreira) vive no sentimento fantasma de pertencer sempre a outro lugar, que por fatalidade nunca irá ocupar.

É nesta intersecção nostálgica que o Senhor Doutor se mantém convicto de que um dos seus muitos esquemas, um dia, levará a fortuna e o glamour a baterá à sua porta finalmente. Então veste a pele do “Chico Esperto” desmedido, da verdadeira “fina flor do entulho” que dá a cara pela máxima do “antes parecer que ser” e de quem, ao mesmo tempo, não sabe redimensionar-se aos circuitos que almeja habitar e que não percebe sequer a sorte que tem em não se embaraçar na sua atitude desproporcionada.

A cantar quem quer parecer, faz relatos dos mais típicos males da vida, ao ritmo de um burlesco optimismo. O seu nome? Não interessa! Apenas exige que o tratem por Senhor Doutor!

 

Single de estreia – MIGUEL 

É neste universo que irrompe a homenagem ao “Miguel”, canção que assinala a deambulação de um doutor que veste fados, bossas e outros roques com um dandismo de roulote e nódoas na jaqueta. O single de estreia deste Senhor Doutor.